Gordura na Cabeça

olho gordo
Fotos tiradas da internet

    Quem me acompanha sabe que estou fazendo “dieta” com umas amigas, na verdade é uma reeducação alimentar (RA) e entre altos e baixos, pelo menos não engordei até agora, pois não estava tão dedicada.  Mas isso mudou desde começo de fevereiro deste ano, busquei tentar ser mais fiel a mim e aos meus desejos e tomar vergonha na cara . Reli um texto de 2002 de uma revista e resolvi fazer esse post.

    Não quer dizer que não como o que quero, mas passei a controlar, se um dia como muito ou muita besteira, no outro como menos e/ou não como besteira.Não adianta entrar numa dieta ou RA restritivo, fórmulas mirabolantes e perder muito peso rápido e sem cuidado, se sua mente não incorporar essa mudança.

    Quantas vezes você já prometeu começar uma dieta, principalmente na segunda feira, ou após as férias, que você viu as fotos e percebeu que precisava mudar?  Minha resposta é inumeras vezes.  Desde que engordei 30kg estou na luta e por várias vezes já desanimei e voltei a me afundar na gordura/obesidade.  Porque você acha que dessa vez será diferente?  Porque agora estou mais consciente do que estou fazendo e se quero sucesso, somente eu posso fazer algo para mudar, ninguém pode fazer por mim.  Não é fácil, tem dias como época de TPM, que quero comer o mundo.  Faço escolhas saudáveis, bebo muita água e tento me ocupar para não pensar em comida.  Se mesmo assim fico ansiosa, me ocupo e digo: daqui a pouco você come, faça isso primeiro e depois você vai buscar a comida…..e quando vejo já esqueci.

    Nessa reportagem, o terapeuta expecialista em tratamento de obesidade e dependência química, Marcelo Kessler relata:

    A pior gordura para se perder é a gordura da mente, é preciso entender que a fome, a grande vilã dos obesos, nada mais é que um sinal químico-elétrico emitido por neurotransmissores que ficam na base do hipotálamo (região do cérebro que comanda o metabolismo) para que o organismo se alimente.  Quando ele está em desequilíbrio, a pessoa como demais ou de menos.  Para regular distúrbios desse tipo, considera o emagrecimento saudável e duradouro priorizado ao lado subjetivo (psicológico), sendo assim um tratamento com terapias cognitivas, que ensinam as pessoas a comerem direito em etapas.

    A mudança de hábitos alimentares não é o único passo para se tomar, devemos mudar também o próprio ambiente e os valores a eles agregados.  Quer ser magro, então haja e pense como magro.  Para isso, não precisa ser atleta, embora ajude, basta mudar hábitos alimentares, buscar usar escada ao invés de elevador ou escada rolante, descer do ônibus alguns pontos antes ou depois e andar até o trabalho/ casa.

    Dicas da psicóloga Rejane Sbrissa, do site Pense Magro:

  • mentalize seu corpo magro;
  • use roupas do seu tamanho, nem maiores e nem menores;
  • evite fazer refeições lendo ou vendo televisão ou se distraindo da comida;
  • coma devagar, mastigue bem, a digestão começa na boca e não no estômago;
  • emagrecer é responsabilidade sua, não espere médicos ou remédios para resolver o que é problema seu;
  • não culpe os outros por sua gula;
  • na hora da refeição, mentalize os alimentos e o sabor que eles proporcionam, não faça outra atividade (como ver tv);
  • prefira andar a pé, é possível deixar o carro na garagem para fazer pequenas compras como ir à padaria ou à farmácia;
  • pense positivo sempre: “vou emagrecer para mudar e não mudar para emagrecer”.

Se você sabe de alguém que precisa ler isso, compartilhe, ajude.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s